Emoções estranhas que você já pôde ter sentido, mas não soube definir

65
Você já teve o sentimento persistente de estar fora de propósito? Ou sentiu tristeza por não poder saber o que acontecerá com os seus tataranetos? Alguns desses sentimentos estranhos têm nomes. Confira quais deles você já experimentou:

1. Opia.





 É o nome dado ao sentimento intenso de excitação invasiva quando trocamos olhares com alguém — fazer contato visual com outra pessoal. Muitas pesquisas foram feitas sobre contato visual (veja aqui), e é bem conhecido o fato de que esta situação pode ser “excitante”. Essa excitação pode ser interpretada diferentemente em diferentes situações. Se a pessoa é vista como uma ameaça, a sensação é desagradável. Se são duas pessoas atraídas uma pela outra, pode ser prazerosa.

2. Déjà vu.

 Muita gente conhece este sentimento: é a sensação de que você já este em algum lugar ou de que um evento esta se repetindo. Psicólogos acreditam que a memória está envolvida: aspectos de uma experiência passada são ativados pela nova experiência com a qual guardam semelhança. Aproximadamente 75% das pessoas dizem já ter experimentado déjà vu.

3. Ellipsism.





Esse é o nome dado a tristeza que se experimenta quando percebemos que não viveremos para ver o futuro. Uma pessoa idosa, por exemplo, pode ficar triste porque não irá ver um bebê recém-nascido tornar-se adulto.

4. Chrysalism.

Você já sentiu aconchego, paz e tranquilidade quando você está quentinho e seco dentro de uma casa durante uma chuva forte? Essa experiência pode ter relação com a sensação de estar de volta ao útero e por isso foi chamada de  “Chrysalism” — “crisálida”.

5. Adronitis.

A sensação de frustração quando se conhece uma pessoa nova e interessante e ao mesmo tempo perceber o tempo que vai levar para desenvolver completamente a relação. Você quer que as coisas aconteçam logo, mas sabe que não irão. Pesquisadores de relacionamentos sugerem que um bom mecanismo para aumentar a proximidade é revelar-se um ao outro, isto é, compartilhar aos poucos informações pessoais — o que leva tempo.

6. Liberosis.





O desejo de ligar menos para as coisas. A medida em que vamos nos tornando adultos, temos mais e mais responsabilidades. Liberosis é o sentimento que você tem quando deseja ser uma criança de novo, sem preocupações.

7. Enouement.

Já teve vontade de voltar no tempo e falar sobre o futuro para seu eu do passado? Isso é enouement. Quando algo deu certo, você se lembra de você mais novo preocupado com isso e tem vontade de voltar e dizer a você mesmo que tudo dará certo.

8. Jouska.

É aquela conversa hipotética que você tem repetidas vezes na sua cabeça. Por exemplo, reencenando uma discussão na sua cabeça dizendo todas as coisas certas e “ganhando” a briga ou quando você treina como vai pedir um aumento para seu chefe e interpretando mentalmente as respostas dele e como você irá reagir.

9. Exulansis.

Uma sensação de frustração quando você percebe que está falando sobre uma experiência importante, mas as outras pessoas são incapazes de entender ou se conectar de alguma forma a ela, então você desiste de falar.

10. Estado de fuga.

É uma condição psicológica na qual alguém se move e fala, mas sem estar consciente disso. Estados de fuga podem ser induzidos por álcool ou drogas, quando um indivíduo não tem memória de suas ações.

About the Author Mariana Farinas

Psicóloga junguiana corporal e sexóloga.

follow me on:

Leave a Comment:

1 comment
Add Your Reply