Os diferentes tipos de personalidade de acordo com a teoria de Karen Horney

Shares

tipos de personalidades - personalidade - Os diferentes tipos de personalidade de acordo com a teoria de Karen Horney

Em outros artigos, ressaltei a importância de se ter uma boa interação entre a fase da primeira infância na relação com os filhos.





A teoria de Karen Horney reforça esse conceito, acentuando as consequências comportamentais e na formação da personalidade de um indivíduo, quando o mesmo não obtém os cuidados paternos/maternos necessários para um desenvolvimento saudável.

Durante a infância as crianças enfrentam grandes ameaças, vivenciam conflitos e ansiedades que devem ser compensadas com o “amor” dos pais. Ou seja, os devidos cuidados relacionados à criança, bem como uma boa orientação, atenção, primeiros cuidados, amamentação, passar segurança, presença e ausência dos pais (de modo saudável), afetividade, etc.

A ansiedade básica é causada pelas experiências negativas no relacionamentos dos pais com a criança, que se utiliza de estratégias compensatórias como forma de enfrentar essa ansiedade. Karen Horney aponta três direções básicas como forma de enfrentamento: a busca por afeto a aprovação, quando a criança se torna hostil e quando a criança se retrai.

Ressalta, ainda, que a ansiedade básica vivenciada na infância influenciará na formação da personalidade do indivíduo na fase adulta. Provocando diversos tipos de comportamentos e modos de ser, de se relacionar consigo mesmo e com o mundo.





Dessa forma, podemos destacar diferentes tipos de necessidades de reparação e, consequentemente, diferentes tipos de personalidade:

1.Busca de Afeto e Aprovação:

Quando um indivíduo busca agradar aos outros para cumprir suas expectativas;

2. Necessidade de um parceiro que assuma a sua vida:

Inclui a ideia de que o amor resolverá todos os problemas.

3.Restringir a vida em limites estreitos:

São pessoas que geralmente se contentam com pouco, não têm exigências e se contentam em viver na obscuridade;

4.Necessidade de Poder:

Quando um indivíduo demonstra poder sobre o outro, escondendo sua inferioridade e fazendo com que as pessoas se submetam a ele, dessa forma, evitará sofrimento e perdas.

5.Explorar os outros:





Essas pessoas acreditam que podem explorar os outros e obterem o melhor deles para si. Manipulam as pessoas acreditando que os outros são recursos a serem utilizados.

6.Necessidade de prestígio:

A autovalorização de uma pessoa a partir de seu reconhecimento público.

7. Admiração pessoal:

Pessoas que têm uma autoimagem supervalorizada de si mesmas desejam ser admiradas, buscando sempre ressaltar seus feitos, pois temem não serem ”ninguém”, sem importância e sem sentido.

8.Realização pessoal:

Pessoas que são obcecadas com a realização. Buscam ser as melhores e obrigam-se a realizações cada vez maiores, como resultado de uma insegurança básica.

9. Autossuficiência e Independência:

São pessoas que geralmente recusam ajuda e são, muitas vezes, relutantes ao se comprometerem com um relacionamento.

10.Perfeição e não vulnerabilidade:

São pessoas receosas de cometerem erros e serem criticadas. Essas pessoas procuram ser infalíveis e desejam estar sempre no controle. Para isso, buscam sempre falhas em si mesmas, tentando corrigi-las antes que tornem-se óbvias para os outros.

Todos esses tipos de personalidade são consequentes de falhas na infância e que estão relacionadas à ansiedade básica de desamparo, isolamento e hostilidade.

Pode-se concluir, portanto, que as pessoas internalizam estereótipos culturais negativos na forma de ansiedade básica e conflitos internos, mas que podem ser evitados com um cuidado adequado dos pais.

About the Author Tamiris

Psicoterapeuta.

follow me on:

Leave a Comment: