10 Benefícios Psicológicos Proporcionados pela Atividade Física

Shares

1 atividade física - 1 - 10 Benefícios Psicológicos Proporcionados pela Atividade Física

Muitas pessoas vão à academia para melhorar sua saúde, ganhar massa muscular ou obter um corpo mais definido. No entanto, existem outros efeitos positivos que podem ser alcançados através da prática de atividade física regular como, por exemplo, benefícios psicológicos .

 O exercício é saudável para a sua mente!





Na última década os pesquisadores descobriram que a prática de exercícios físicos melhora nossas funções cognitivas, independentemente da idade ou da condição física. Alguns estudos mais atuais têm demonstrado que reservar um tempo para se exercitar também produz benefícios para o nosso bem-estar mental. “O exercício físico regular melhora o humor, aumenta a capacidade de aprendizagem e fortalece a memória” diz o psiquiatra John Ratey da  Harvard Medical School, autor de “The Revolutionary New Science and Exercise and the Brain”.

A seguir apresentamos os 10 benefícios psicológicos da prática de exercícios físicos:

1. Produz substâncias que dão a sensação de bem-estar:

Correr alguns quilômetros por dia pode até ser difícil, mas vale a pena! O exercício físico promove a liberação de endorfina, substância química que produz sentimentos de felicidade e euforia. Estudos têm demonstrado que ela pode até aliviar os sintomas da depressão. Por esta razão os psicólogos recomendam para pessoas que sofrem de depressão ou ansiedade, que incluam exercícios físicos em suas rotinas. Se você não é uma daquelas pessoas que pratica alguma atividade física diária, saiba que fazer exercícios físicos por apenas três dias por semana durante cerca de meia hora já ajuda a melhorar o seu humor.

2. Reduz o estresse:





Depois de um dia duro de trabalho, nada melhor do que descontrair fazendo uma corrida leve ou uma caminhada. A prática de exercícios físicos ajuda na redução do estresse. Além disso, o exercício físico também aumenta a produção de norepinefrina (noradrenalina), uma substância química que ajuda a regular a resposta do cérebro frente ao estresse, ou seja, menos estresse para sua vida.

3. Melhora a autoestima:

O exercício contínuo irá melhorar a imagem que você tem sobre si mesmo, o que consequentemente aumentará sua autoestima. Independentemente do seu peso, idade ou sexo, o exercício físico poderá ajudá-lo a desenvolver uma percepção mais positiva sobre si mesmo.

4. Melhora seus relacionamentos sociais:

À medida que você vai aumentando sua autoconfiança, seus relacionamentos também tendem a melhorar. Você fica mais disposto e confiante para se relacionar com outras pessoas, ampliando a sua rede de amizades.

5. Diminui a ansiedade:





Os neurotransmissores liberados durante e após o exercício podem ajudar os ansiosos. Um passeio de bicicleta ou algum tipo de exercício aeróbico de alta intensidade pode reduzir os sintomas da ansiedade. Os exercícios não servem apenas para queimar gordura ou ganhar músculos, mas também para ajudar a aliviar a carga pesada que a ansiedade pode nos causar.

6. Previne o desenvolvimento de doenças degenerativas como o Alzheimer:

À medida que envelhecemos, o risco de desenvolver doenças degenerativas, como o Alzheimer, aumenta, principalmente após os 45 anos. Exercer atividades físicas entre os 25 e 45 anos ajuda a aumentar a produção de algumas substâncias químicas cerebrais. Essas substâncias  impedem a degeneração dos neurônios do hipocampo. Além disso, o exercício físico regular está associado a um menor risco de mortalidade. Ele protege o coração e reduz o risco de acidente vascular cerebral, além de melhorar a função cognitiva, reduzindo os riscos de desenvolver Alzheimer.

7. Melhora a capacidade de memorização:

O exercício físico regular melhora a sua memória e a capacidade de aprender coisas novas, pois aumenta a produção de algumas células do hipocampo  responsáveis pela memória e aprendizagem. Não importa a idade, até os idosos podem melhorar a capacidade de memorização. Um estudo de Winter y Breitenstein (2007) demostrou que realizar corridas de curta duração também melhora a aquisição e a retenção do vocabulário em adultos.

8. Aumenta a sua capacidade intelectual:

Ao se exercitar o seu cérebro produz mais neurônios e aumenta a conexão entre eles, esse é um fenômeno conhecido como neurogênese. Portanto, seu cérebro aumenta a capacidade de aprendizagem. Numa pesquisafeita por Vaynman, Ying e Gomez-Pinilla foi observado que após um treinamento intenso o cérebro aumenta os níveis de uma proteína conhecida como BDNF (Brain Derived Neurotrophic Factor). Acredita-se que essa proteína influencia positivamente em nossa capacidade de tomar decisões, na cognição e na aprendizagem.

9. Aumenta a sua produtividade:

Uma investigação feita por Schwarz e Hasson (2011) concluiu que os trabalhadores que se exercitavam regularmente eram mais produtivos e tinham mais energia do que seus colegas sedentários. Além disso, se você se exercitar ao meio dia, ou antes de ir para o trabalho, vai ficar mais disposto durante o dia.

10. Ajuda no controle de vícios:

O cérebro libera dopamina (neurotransmissor da recompensa) em resposta a um estímulo agradável como o sexo, drogas ou alimentos. Infelizmente, algumas pessoas se tornam dependentes de substâncias que produzem a sua liberação em grandes quantidades, como as drogas e o álcool. O exercício físico pode ajudar na recuperação dessas pessoas.

As sessões curtas de exercícios geralmente têm um efeito positivo e ajudam no controle do vício. O exercício também pode ajudar a redefinir o seu relógio biológico, diminuindo a insônia .

Em suma, o exercício físico é bom para sua saúde mental e física, ajuda a melhorar a sua qualidade de vida, aumenta sua autoestima, previne doenças e melhora a sua aprendizagem. Depois de ler tudo isto, você ainda vai querer desistir desses benefícios ?

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: