As 4 camadas da ansiedade

Shares

ansiedade - camadas ansiedade - As 4 camadas da ansiedade

A ansiedade é uma resposta emocional normal a certas situações, é uma resposta adaptativa a eventos mais ou menos estressantes da vida.






Ou seja, um certo grau de ansiedade é desejável para o manejo normal das demandas diárias. É um sinal de alerta que adverte sobre um perigo e permite que a pessoa tome as medidas necessárias para enfrentar uma possível ameaça; isso faz com que a resposta de luta ou fuga seja possível.

No entanto, às vezes esse nível de alerta atinge um extremo.

Quando a ansiedade se torna um problema

A ansiedade é patológica quando passa de uma resposta adaptativa a um mal-estar que provoca uma deterioração na qualidade de vida da pessoa, com sintomas fisiológicos e cognitivos. Isso pode ser causado por um nível excessivo de ansiedade diante de um possível perigo, ou por uma resposta inadequada de ansiedade que aparece diante de perigos imaginários, mas que o sujeito interpreta como ameaçadora.






Essa ansiedade patológica está relacionada a eventos atuais ou recentes, mas também a eventos vivenciados no passado que geraram crenças, medos e defesas em um nível muito profundo.

Tipos de distúrbios associados

De acordo com os manuais diagnósticos de transtornos mentais, dentre os Transtornos de Ansiedade estão os seguintes:

1. Ansiedade generalizada

Preocupação excessiva e persistente que ocorre continuamente.

2. Agorafobia

Terror ao estar em espaços abertos ou lotados.

3. Ataque de pânico

Episódios de alta ansiedade, com sintomas somáticos de grande intensidade, que ocorrem sem razão justificada.

4. Fobia Social

Medo de situações sociais como reuniões, festas …

5. fobia específica

Medo ocasionado por situações específicas ou gatilhos (animais, objetos …)

6. Estresse pós-traumático

Medo excessivo gerado a partir de um evento experimentado como perigoso ou que gerou uma mudança na maneira de interpretar a vida ou o mundo.

As camadas de ansiedade






Dependendo do tipo de transtorno e de cada pessoa, o tratamento psicológico pode variar, sempre levando em conta as diferentes camadas da estrutura interna em que a ansiedade está presente e o trabalho a ser feito em cada uma delas.

1. Camada externa

Devemos levar em conta os sintomas atuais da pessoa, as situações e os gatilhos atuais da ansiedade, fornecendo ferramentas para administrar suas dificuldades e os sintomas da ansiedade.

2. Camada Intermediária

É necessário entender e trabalhar a estrutura cognitiva, e como as distorções estão afetando e mantendo a ansiedade.

3. Camada interna

Também é essencial trabalhar com as partes da personalidade que estão gerando esses “alarmes”, partes que foram bloqueadas e mantêm os medos, às vezes invisíveis, no nível consciente.

4. Camada subconsciente

Finalmente, precisamos descobrir traumas não processados, crenças bloqueadas , conflitos em diferentes partes da personalidade.

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: