Vídeo: Um projeto social provocante para acabar com o assédio sexual nas ruas

Shares
[emaillocker id=”1735″] [/emaillocker]

assédio Vídeo: Um projeto social provocante para acabar com o assédio sexual nas ruas - 22 - Vídeo: Um projeto social provocante para acabar com o assédio sexual nas ruas
A melhor maneira de combater o assédio sexual de rua é fazer com que os homens pratiquem o assédio com suas próprias mães, disfarçadas para a ocasião, para que seus filhos não consigam reconhecê-las.



Assim acredita e põe em prática no Peru a autora da campanha “Assedie sua mãe´´, Natalia Málaga, que também é a treinadora da equipe de vôlei nacional feminina. “Há muitas pessoas que geram desconforto nas mulheres por seu comportamento”, disse em uma mensagem. Seu projeto tem como objetivo “banir” o assédio sexual no Peru.
“Em Lima sete em cada dez mulheres sofrem assédio sexual na rua. Os homens acreditam que ele é um mal menor. Vamos provar que estão errados”, convida a ativista.
“Que calça linda!” exclama um dos protagonistas do vídeo, gravado por uma câmera escondida nas ruas de Lima, durante a passagem de uma morena na calçada. E não é difícil imaginar como o homem reage quando percebe que a transeunte é sua própria mãe, que mudou de “visual” para parecer mais jovem.
“Eu não posso acreditar nisso. Eu juro que eu não posso acreditar nisso”, é a reação de outras mães depois de experimentar a prática rude do seu filho.
Málaga tem acumulado uma série de vídeos em que os homens previamente identificados como agressores frequentes, involuntariamente acabam incomodando obscenamente suas mães e estrelando uma cena digna de Édipo. No final, eles são descobertos e com muita vergonha, são incapazes de encontrar uma desculpa convincente para o seu comportamento.

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: