8 coisas que você ainda não sabia sobre a sua mente

Shares

mente - mente - 8 coisas que você ainda não sabia sobre a sua mente

O tema ”mente” sempre atraiu o interesse das pessoas devido ao seu aspecto misterioso, a lista a seguir revela algumas das coisas mais estranhas sobre a sua mente:





1. Ninguém sabe exatamente o que realmente a mente é e como o cérebro a cria:

A existência da mente por si só já é um fato estranho, como que algo tão sublime como o pensamento ou a consciência surge de uma massa gelatinosa e cinzenta no interior de nossos crânios? Ninguém até hoje chegou a uma resposta exata. Além disso, embora a personalidade seja criado pela mente, ela pode operar com uma certa independência do cérebro, podendo até mesmo alterá-lo.

O que você pode fazer: Nada, só ficar maravilhado.

2. O “Pensamento” é a maneira pela qual você se comunica consigo mesmo:  





Uma maneira útil de explicar a função dos pensamentos é descrevê-los como a forma que você tem para se comunicar consigo mesmo. Falar consigo mesmo e pensar é a mesma coisa.

O que você pode fazer:  Para descobrir o que está passando em sua mente, pare para pensar naquilo que você está falando para si mesmo ou costuma falar para si mesmo.

3. Você pode assistir a sua mente enquanto ela trabalha: 

Você pode aumentar a sua habilidade de observar os próprios pensamentos, bem como a sua mente. Através da consciência atenta, você pode se afastar da sua própria mente e observar o que está acontecendo com ela. Você pode se separar um pouco das suas emoções, dessa maneira poderá ver seus pensamentos e ações com uma certa objetividade imparcial. No entanto, a parte de sua mente que experiencia as sensações e emoções ainda será capaz de notar impressões sensoriais e ter reações emocionais sobre elas.





Por que é importante:  Perceber seus hábitos mentais, assim como as suas fantasias, ideias e emoções é o primeiro passo para acalmar ou mudar a sua mente. Desenvolver um senso de observação é muito importante para que você consiga monitorar as suas ações.

O que você pode fazer: Para melhorar a sua habilidade de observação é preciso que você comece notar o que fala para si mesmo, mas  sem julgar. Você costuma se preocupar sempre com as mesmas coisas? Ou fala para si mesmo de forma encorajadora? Ouça a sua autofala, assim irá descobrir a forma que a sua mente trabalha. Uma hora ou outra você irá chegar à conclusão de que é necessário deixar para trás alguns pensamentos rotineiros que estão lhe impedindo de alcançar o seu pleno potencial.

4. A mente é uma coisa selvagem e costuma se deixar levar:

É reconfortante perceber que todo mundo tem uma cabeça um pouco “meio maluca” preenchida com fantasias, histórias, pensamentos úteis e pensamentos ridículos. A mente não pode ser controlada, no entanto, você pode aprender a lidar com ela.

O que você pode fazer: Quando notar que a sua mente estiver criando fantasias, diálogos, cenários ou histórias diga para si mesmo: “São apenas pensamentos” ou “Só estou imaginando”, quando você rotula um pensamento, está fazendo com que a sua mente aja de forma mais objetiva, não leve a sua mente tão a sério e acalme-se. Essa é uma técnica de meditação muito prática que podemos usar diariamente em nossas vidas.

5. Sua mente pode mudar seu cérebro:

Sim, a sua mente pode mudar o cérebro através dos pensamentos. Por mais estranho que pareça, à medida que você cria novos padrões de pensamento, você reprograma o seu cérebro. Quanto mais você praticar uma nova forma de pensar, mais você reforçará o hábito de pensar dessa maneira, pois cada vez mais os mesmos neurônios serão ativados e aprenderão a trabalhar em conjunto. Em outras palavras, uma atividade mental direcionada pode claramente modificar a função cerebral.

O que você pode fazer: Comece a mudar a forma que você fala consigo mesmo, por exemplo, se você é daquele tipo de pessoa que fica com raiva quando comete erros, pode começar a dizer para si mesmo “os erros fazem parte da vida” ou “farei o meu melhor para aprender com os meus erros”, repita para si mesmo quantas vezes forem necessário.

6. Rotular aquilo que você está sentindo pode acalmar sua mente e mudar o seu cérebro:

Não importa qual seja a emoção que está lhe causando problemas, seja a tristeza, a ansiedade ou a raiva, pesquisas apontam que rotular aquilo que você está sentindo pode aliviar as suas emoções e ajudá-lo a se sentir mais no controle da situação. Quando você rotula a sua emoção, direciona a sua atividade cerebral do modo “luta ou fuga” para a área de pensamento (córtex pré-frontal). É impressionante o que uma única palavra pode fazer.

O que você pode fazer:  Observe quando uma emoção estiver sobrecarregando-o, e então procure por uma palavra que descreva essa emoção e sinta as suas emoções recuarem.

7. Seu cérebro tem um viés negativo, mas a sua mente pode ensiná-lo a ser mais feliz: 

O termo “viés negativo” refere-se à tendência que o cérebro tem de reagir mais fortemente a perigos, ameaças, erros, etc., do que a coisas boas como a alegria, as oportunidades bem como o prazer. Embora esse viés negativo tenha ajudado nossos ancestrais a sobreviverem, pois os deixava mais alertas a possíveis ameaças, hoje em dia esse viés mais negativo muitas vezes torna nossas vidas mais difíceis, já que temos grande dificuldade em relaxar, curtir a vida e ser feliz. Felizmente a sua mente pode treinar o seu cérebro para que você seja mais feliz. Se você conseguir focar e experimentar os aspectos positivos da vida, o seu cérebro irá construir novas redes neurais.

O que você pode fazer: Torne-se mais consciente das experiências agradáveis e felizes, traga-as para o plano da consciência, pense durante um tempo nessas experiências, ao fazer isto você estará programando o seu cérebro, fazendo com que ele note mais as coisas positivas.

8. Aprender coisas novas muda o seu cérebro, mesmo se você for mais velho:

Aprender coisas novas enriquece a sua mente, além de construir novas estruturas neurais. O aprendizado modifica o campo da sua memória, que é o hipocampo. Pesquisadores afirmam que “Toda vez que aprendemos algo novo, as conexões neurais existentes são fortalecidas e ao longo do tempo os neurônios criam mais conexões, pode ser possível até mesmo o surgimento de novos neurônios.

O que você pode fazer: Aprenda coisas novas, pratique hábitos novos e antigos, o esforço vai valer a pena. 

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: